a
a
InícioSlideshowICATEL: ACT 2016/2017

ICATEL: ACT 2016/2017

Foi dado início a Campanha Salarial 2016/2017 dos trabalhadores da ICATEL, cuja data-base é 1° de maio. Lembramos a todos que uma Campanha Salarial é construída por etapas que exigem a participação e apoio de todos os trabalhadores (as). É o momento em que os trabalhadores, através de suas organizações sindicais, somam esforços na negociação com os representantes dos patrões para que suas reivindicações sejam atendidas. Por isso, convocamos todos os trabalhadores para participarem dia 23 de março, da Assembleia Geral Extraordinária para aprovação da Pauta de Reivindicação para o ACT 2016/2017. A assembleia será realizada na própria empresa na cidade de Cabedelo às 13h30 (primeira convocação) e as 14h00 (Segunda convocação). A participação de todos é fundamental para o fortalecimento e êxito da Campanha. PROPOSTA DE PAUTA DE REIVINDICAÇÃO Reajuste Salarial: composto pela reposição integral da inflação (100% do INPC) + 15% de GANHO REAL; Piso Salarial: no valor de R$ 1.200,00 para jornada de 08 horas diárias e 40 horas semanais; Auxílio Alimentação (VA/VR): 26 tíquetes no valor unitário de R$ 28,00, garantido também no período de férias e licenças maternidade/doença; Cesta Básica: no valor de R$ 180,00, a ser paga também no período de férias e licenças; Auxílios Creche/Babá: no valor de R$ 400,00 para filhos com até 07 anos; Auxílio PNE: no valor de R$ 450,00 sem limite de idade; PPR: As partes se reunirão para discutir o Programa de Participação nos Lucros; Plano de Saúde/ Odontológico: para trabalhadores e dependentes sem coparticipação; Licença Maternidade: adesão da empresa ao Programa Empresa Cidadã; Manutenção das Demais Cláusulas do ACT vigente

Edital

O Sinttel-PB convoca todos os trabalhadores (as) da ICATEL para participarem da Assembleia Geral que acontecerá dia 23 de março, na frente da empresa na cidade de Cabedelo, às 13h30 (em primeira convocação) e às 14h00 (em Segunda convocação) para a) aprovação da pauta de reivindicações; b) autorização à diretoria deste sindicato para assinar Acordo Coletivo de Trabalho; c) Autorização o Sindicato de Classe para formular protesto judicial, instaurar dissídio coletivo e firmar acordo nos respectivos autos.

Sem comentários

Deixe um comentário