a
a
InícioSlideshowRM: Campanha Salarial 2016/2017

RM: Campanha Salarial 2016/2017

Foi dado início a Campanha Salarial 2016 dos Trabalhadores da RM Telecom, cuja data-base é 1° de agosto. Lembramos a todos que uma Campanha Salarial é construída por etapas que exigem a participação e apoio de todos os trabalhadores (as). É o momento em que os trabalhadores, através de suas organizações sindicais, somam forças na negociação com os representantes dos patrões para que suas reivindicações sejam atendidas. Por isso, convocamos todos os trabalhadores para participarem nesta sexta-feira, 17, da Assembleia Geral para avaliação e aprovação da Pauta de Reivindicação para ACT 2016/2017. A assembleia será realizada em frente à empresa, simultaneamente, nas cidades de João Pessoa, Campina Grande e Patos, respectivamente às 07h30 (primeira convocação) e às 08h00 (segunda convocação). A participação de todos é fundametal para o fortalecimento e êxito da Campanha.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO O Coordenador Geral do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Telecomunicações, Telefonia Móvel, Centros de Atendimento, Call Centers, Transmissão de Dados e Correio Eletrônico, Serviços Troncalizados de Comunicação, Rádio Chamadas, Telemarketing, Projetos, Construção, Instalação e Operação de Equipamentos e Meios Físicos de Transmissão de Sinal e Operadores de Mesas Telefônicas no Estado da Paraíba- SINTTEL/PB, no uso de suas atribuições legais e Estatutárias, e em obediência ao que determina o Art. 612 da CLT, convoca todos os trabalhadores da RM, para comparecerem em Assembleia Geral a realizar-se no dia 17 de junho de 2016, em frente a empresa, simultaneamente, nas cidades de João Pessoa, sito à Rua Luiza Dantas Medeiros, 99, José Américo; Campina Grande sito à Rua Getúlio Cavalcanti, 553, Liberdade e Patos sito à Rua Epitácio Pessoa,48 Centro, às 07h30 (em primeira convocação) e às 08h00 (em segunda convocação) a fim de deliberarem a seguinte ordem do dia: a) aprovação da pauta de reivindicações para o ACT 2016/2017; b) autorização à diretoria deste sindicato para assinar Acordo Coletivo de Trabalho; c) Autorização o Sindicato de Classe para formular protesto judicial, instaurar dissídio coletivo e firmar acordo nos respectivos autos. João Pessoa, 14 de junho de 2016 Wallace Oliveira Coordenador Geral

Sem comentários

Deixe um comentário